Mulher de Joesley confirma jantar com Robinson e Fábio

Alexandre Cavalcanti,

A solidariedade de Ticiana Villas Boas, mulher do empresário delator, Joesley Batista, dono da Friboi, manifestada através de áudio, à sua amiga Patrícia Abravanel, filha de Sílvio Santos, e mulher do deputado federal Fábio Faria, não anula a delação de Ricardo Saud, executivo do grupo JBS. 

Saud disse aos promotores, em sua delação premiada, gravada em vídeo, que armou um jantar na casa de Joesley Batista, em São Paulo, para tratar de propina. Os donos da casa receberam o governador Robinson Faria e sua mulher, Juliana; o deputado Fábio Faria e sua mulher, Patrícia; e, ainda, Ricardo Saud e sua mulher.

Segundo o delator, "estávamos todos nós, com as nossas mulheres, tratando de propina". O encontro aconteceu em uma noite paulista, antes das eleições de 2014, para governador. Robinson era candidato contra Henrique Eduardo Alves e teria acertado, segundo ainda o delator, a privatização da Caern. Recebeu algo em torno de 10 milhões de reais para sua campanha.

Em sua mensagem de solidariedade à amiga Patrícia Abravanel, mulher de Fábio Faria, a jornalista Ticiana Villas Boas, mulher de Joesley Batista, confirma o jantar mas nega que a palavra"propina" tenha sido pronunciada durante a recepção.

O certo mesmo é que o encontro aconteceu. Os dois lados confirmam o jantar. Falta saber quem está mentindo e quem está falando a verdade.

Tags: Jantar Propina Solidariedade
A+ A-