Tecendo o Fio das Palavras

6 segundos

Monique Pimentel,

Assistindo a uma palestra, o seguinte dado chocou a todos: A cada seis segundos uma pessoa morre no mundo, vítima de suicídio. Triste. Alarmante. Preocupante.

Como profissional de saúde mental, há tempos que tenho isso como uma causa que devemos refletir, lutar e fazer algo pra mudar.

Escutei também uma frase que mexeu bastante comigo: “Que mundo é esse em que várias pessoas estão desistindo dele?”

E convido você a refletir comigo.

Que mundo é esse, que gira em torno de postagens nas redes sociais?

Que mundo é esse, onde demonstração de carinho se resume a uma curtida?

Que mundo é esse em que estamos digitalmente distraídos?

Que mundo é esse onde não estabelecemos mais diálogos olho no olho, nem tampouco ligações de telefone. Nos limitamos a áudios e mensagens pelo wapp.

Que mundo é esse onde toda a rede social precisa saber, ao vivo, o sexo do bebê, com um chá revelação?

Que mundo é esse?

Vocês também percebem que há algo errado?

Mas também preciso fazer um contraponto aqui. É fato que a rede social, se bem utilizada, traz muitos benefícios. Divulga seu negócio, aproxima os familiares distantes, facilita o contato e dentre outras coisas, alivia saudades.

O problema está no exagero, no uso abusivo e desenfreado, além das distorções do mundo real, mostrar ser quem não é, é a pior enganação. 

Então, penso que é necessário equilíbrio, autoconhecimento e mais interações reais.

Que 6 segundos seja o tempo de um abraço apertado.

Que 6 segundos seja o tempo usado para disseminar o bem.

E assim “A vida anuncia que renuncia a morte dentro de nós”. (Teatro Mágico)

Que assim seja a cada segundo!!


A+ A-