Tecendo o Fio das Palavras

Pelas janelas dos olhos de Deus

Monique Pimentel,

Há um ano, presenciei um momento de perda e luto que ainda mareja os olhos. Um casal querido perdeu sua filhinha de apenas 9 meses. Quando soube da morte da bebê, na pequenez da minha fé, questionei Deus: “Como o Senhor permite tamanho sofrimento?” Isso porque o avô materno da criança também havia falecido há menos de trinta dias daquele momento.

Lágrimas caíram dos meus olhos e não conseguia sequer mensurar a dor daquela família. Fui ao velório da bebê com o coração apertado e um nó na garganta. Lembro que vesti uma camisa com uma imagem de Nossa Senhora porque só um amor de mãe para confortar outra mãe dilacerada pela dor.

Eis que lá eu tive uma das maiores lições de fé, de amor e de entrega a Deus. O pai da criança emocionou a todos, nos falando que a filha deles passou por um milagre de morte. Ela driblou a vida e milagrosamente foi ao encontro do Pai eterno e do avô que foi antes preparar a casa para chegada dela. Ele nos disse ainda que no coração deles não havia espaço para dor, nem desespero, havia gratidão pelos 9 meses vividos ao lado da pequena e muitas saudades pelo o que não seria mais vivido.

Não contive as lágrimas e imaginei naquele momento, Deus “espiando” pelas janelas dos seus olhos, aquela cena. E tive uma forte sensação de que Ele também chorou. Ele se e emocionou por ver tamanha demonstração de fé e de amor a Ele.

Um casal tão jovem, mas tão maduro na fé. Não sei como está o coração deles, após um ano dessa perda irreparável. Imagino como deve ter sido difícil, mas percebo também como eles se tornaram ainda mais fortes e mais perseverantes, como lindos instrumentos de Deus, testemunham o amor dEle, de forma tão graciosa.

Imagino também Deus, orgulhoso dos seus filhos. Imagino a bebê, como um lindo anjo a proteger seus pais, ao lado do avô.

E a maior lição de fé e de amor que já pude ter, me faz renovar a esperança, o amor a Deus e a certeza de que desprender-se e entregar-se a Deus certamente é nossa melhor escolha. Como bons combatentes, estaremos sempre à frente de um batalhão de amor que testemunha uma fé linda, apesar da dor.

A esse querido casal, deixo um sentimento de gratidão e admiração por serem tão firmes na fé e testemunharem esse amor. Continuem espalhando sementes de fé.

A você que está lendo esse texto, espero que minimamente tenha conseguido ser tocado como eu fui, com essa experiência.

A Deus, peço que pelas janelas dos Seus olhos, continue a nos guiar e fortalecer a nossa fé.

O mundo precisa!


A+ A-